EaD Freiriana - Mestres do amanhã: fazedores do futuro

Jornada ‘Mestres do amanhã: fazedores do futuro’

3 videoaulas com o professor livre-docente, doutor Moacir Gadotti

O professor Moacir Gadotti, próximo de completar 60 anos de magistério, prepara-se para celebrar essa data oferecendo uma jornada inédita, que deverá resultar, ainda este ano, num curso com o mesmo nome: ‘Mestres do amanhã: fazedores do futuro’. Essa nova jornada vai focar-se na questão da formação docente e do papel da escola, voltada para o futuro, nos tempos que atravessamos hoje.

Público participante: Professores(as), gestores municipais, gestores escolares, trabalhadores(as) da educação, lideranças dos movimentos sociais e sindicais e estudantes em geral.

Período de realização e exibição inicial das videoaulas: A Jornada será lançada no dia 22 de junho de 2020 e continuará a ser exibida nos dias 24 e 26 de junho, respectivamente, quarta e sexta-feira.

Docente: Professor doutor Moacir Gadotti. Licenciado em Pedagogia e Filosofia, mestre em Filosofia da Educação pela PUC-SP, doutor em ciências da educação pela Universidade de Genebra, na Suíça, e livre-docente pela Unicamp-SP.

Formato: 3 videoaulas de até 30 minutos cada.

Comentário reflexivo-crítico: Após assistir às 3 videoaulas o(a) cursista deverá realizar um comentário reflexivo-crítico, fazendo conexões entre o conteúdo das aulas e sua experiência profissional, docente ou não, até o dia 27 de julho de 2020.

Período de acesso às videoaulas: de 22 de junho a 26 de agosto de 2020.

Certificação: Os certificados serão disponibilizados em pdf, para download, a partir de 10 de agosto de 2020. Para receber o certificado de 16 horas-atividades, o(a) cursista deverá enviar seu comentário reflexivo-crítico à EaD Freriana até 10 de agosto de 2020.

Bônus no ato da inscrição: Ao se inscrever na Jornada ‘Mestres do amanhã: fazedores do futuro’, o(a) cursista receberá o pdf do livro “Educar para a sustentabilidade: uma contribuição à década da educação para o desenvolvimento sustentável”, de Moacir Gadotti. Ed,L, 2008.

Por que Jornada ‘Mestres do amanhã’? O título dessa Jornada foi inspirado num artigo de Anísio Teixeira de 1963, Mestres de amanhã, publicado na Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, fazendo uma pequena alteração no título: substituindo o “de” por “do”. Há uma intenção clara ao fazer essa mudança. Ao inserir o artigo “o”; ressalta-se a necessidade de abordar um determinado amanhã, um amanhã específico. Não qualquer amanhã. Quando falamos dos ‘Mestres do amanhã’ ressaltam-se educadores e educadoras como “fazedores do futuro”; com característica eminentemente humanizadora, emancipadora. Os Mestres de ontem já nos deixaram suas lições. Precisamos conhecê-los, respeitá-los, estudá-los, considerando os contextos nos quais viveram, mas revalorizá-los e compreendê-los à luz do nosso tempo, da contemporaneidade. Eles são necessários na formação dos Mestres do amanhã, fazedores do futuro. Se o passado é o campo da necessidade, o futuro é o campo da possibilidade de uma pluralidade de projetos a realizar, um campo aberto, um lugar da liberdade e de escolhas do futuro que queremos.



Quer saber mais sobre a Jornada ‘‘Mestres do amanhã: fazedores do futuro’’? Clique aqui e baixe o arquivo em PDF.

Confira a programação da Jornada ‘Mestres do amanhã: fazedores do futuro’



22 de junho de 2020

Videoaula 1 – Por que ‘Mestres do amanhã’?

Nesta primeira aula, Moacir Gadotti mostrar como surgiu a ideia dessa Jornada, compartilhando com os participantes um pouco de sua experiência e, sobretudo, sua pesquisa e reflexão sobre o tema. Em suas reflexões, nesses últimos anos, o que ficou de essencial, relendo a História das Ideias Pedagógicas, pode ser resumida na necessidade de todo educador, de toda educadora, assumir, com mais radicalidade, a sua função humanizadora, tornando-se verdadeiros mestres do amanhã como fazedores do futuro.

24 de junho de 2020

Videoaula 2 – Quem são hoje os mestres do amanhã?

Segundo Moacir Gadotti, nós, trabalhadores e trabalhadoras da educação temos a tendência de ser mais do ontem do que ser do amanhã. Isso porque é o que o sistema exige de nós hoje: a reprodução social e não a invenção do futuro. Ele sugere que deveríamos perguntar para as crianças e jovens quem são os Mestres do amanhã. É provável que elas e eles nos digam que esperam dos Mestres do amanhã que aceitem que elas e eles - crianças e jovens - possam dizer a sua palavra e, assim, serem eles mesmos, se tornarem fazedores do seu futuro. Para não serem meros repetidores do passado. Daí que as palavras que mais devêssemos cultivar, como Mestres do amanhã, deveriam ser: cuidado, diálogo, amorosidade, humildade, ternura, simplicidade, criatividade, ousadia, politicidade, austeridade... Elas, entre outras, deveriam estar escritas em todas as paredes dos corredores de nossas escolas.

26 de junho de 2020

Videoaula 3 – Um convite para uma caminhada juntos

Gadotti, nesta aula, apresenta as principais ideias de um curso em construção, aprofundando o tema geral. Trata-se de um convite para a práxis da Escola Cidadã, plural e de luta. Um convite dirigido a familiares, estudantes, educadoras e educadores para fazerem conosco, do Instituto Paulo Freire, uma viagem no tempo, visando à escolha da melhor educação possível para si mesmos, para seus filhos e para as futuras gerações. Nosso desejo é atravessar as fronteiras das disciplinas, das áreas do conhecimento e das profissões para alcançar a todos e todas que se interessam pela educação. Para que possam refletir, posicionar-se e reposicionar-se. Falar de Mestres do Amanhã é uma proposta e, ao mesmo tempo, um grande desafio contemporâneo, que exige muita reflexão e abertura para o outro, o diferente, o divergente.

Vantagens de participar da Jornada ‘Mestres do amanhã: fazedores do futuro’


  • • Aulas 100% online. Estude onde quiser e no horário que for melhor para você!
  • • 3 videoaulas de até 30 minutos cada, disponibilizadas na Plataforma do Curso até 26 de agosto de 2020.
  • • Já na inscrição você ganha o pdf do livro “Educar para a sustentabilidade: uma contribuição à década da educação para o desenvolvimento sustentável”, de Moacir Gadotti. São Paulo, Ed,L, 2008.
  • • Após o término da Jornada, você ainda terá 30 dias para assistir às 3 videoaulas e fazer seu comentário reflexivo para receber o certificado. E mais 30 dias para acessar os vídeos desta Jornada.
  • • Certificação com validade digital, em pdf, pelo Instituto Paulo Freire e Universitas Paulo Freire de 16 horas.
  • • Para receber o certificado de 16 (dezesseis) horas, você deverá assistir às 3 videoaulas, produzir e entregar um comentário reflexivo, até 27 de julho de 2020.
  • • Os certificados serão disponibilizados em pdf, para download, a partir de 10 de agosto de 2020.
  • • Você receberá um e-mail informando o link de acesso. Portanto, fique atento(a) e confira também sua caixa de Spam.


Participe da Jornada ‘Mestres do amanhã: fazedores do futuro’
e contribua com o trabalho do Instituto Paulo Freire

Opção 1
Contribuição mínima - Apenas a Jornada



Opção 2
Jornada + Material de Apoio 1

Livro “Boniteza de um sonho”, de Moacir Gadotti, 2011*

Opção 3
Jornada + Material de Apoio 2

Livro “Educar em todos os cantos”, de Paulo Roberto Padilha, 2007*

Opção 4
Jornada + Material de Apoio 3

A escola dos meus sonhos”, de Moacir Gadotti, 2019*

OPÇÃO 5
Jornada + Material de Apoio 4

Reinventando Freire: a práxis do IPF”, Gadotti e Carnoy (org.), 2018*




* Receba em casa, em todo território nacional.

Conheça o docente da Jornada
‘Mestres do amanhã: fazedores do futuro’

Moacir Gadotti

Fundador e atual Presidente de Honra do Instituto Paulo Freire, é doutor em Ciências da Educação pela Universidade de Genebra (1977) e professor Titular aposentado da Universidade de São Paulo. É autor de uma extensa obra, incluindo Pedagogia da Terra (2001), Os mestres de Rousseau, A escola dos meus sonhos e Educar para a sustentabilidade, onde desenvolve uma proposta educacional cujos eixos são a formação crítica do educador e a construção da Educação Cidadã numa perspectiva dialética integradora e orientada pelo paradigma da sustentabilidade.

O INSTITUTO

O Instituto de Educação e Direitos Humanos Paulo Freire é uma associação civil, sem fins lucrativos, fundada em setembro de 2001, em São Paulo - Brasil, que tem por finalidade a promoção da educação e dos direitos humanos.

Compartilhe com suas(seus) amiga(os) para ninguém ficar de fora! E para fortalecer ainda mais o legado freiriano, ajude na divulgação da Jornada ‘Mestres do amanhã: fazedores do futuro’.

• Curta a página da EaD Freiriana no Facebook: https://www.facebook.com/eadfreirianaipf
• Inscreva-se na página do iPF.Tv, no Youtube: https://www.youtube.com/c/iPFTv2018 (acione o sininho para receber notificações)

INSTITUTO PAULO FREIRE DE EDUCAÇÃO E DIREITOS HUMANOS

 Rua Cerro Corá, 550 - Alto da Lapa
São Paulo/SP - 05061-100

(11) 3021-5536

(11) 98434-2688